Em memória de
Lucas Martins Gaiarsa
1955-2018

Dr. Lucas Martins Gaiarsa (1955-2018), sócio fundador da Gaiarsa, Ferreira & Meyer, graduou-se em engenharia química pela Escola de Engenharia Mauá em 1978 e Direito na Universidade do Vale do Paraíba em 1995.

Sua carreira profissional de quase 40 anos dedicados à área de inovação tecnológica foi iniciada na Rhodia em 1979, onde atuou no desenvolvimento de produtos na área química, assistência técnica a clientes e engenheiro de patentes. Nessa fase, foi bolsista da Confederation of British Industry para jovens engenheiros (empresa May & Baker, Ilford, Inglaterra nos anos de 1980 e 1981) e fez pós-graduação em Propriedade Industrial no Centre d’Etudes Internationales da la Propriété Industriale – CEIPPI (Estrasburgo, França, 1985).

Em 1989 aceitou o desafio de coordenar a área de patentes para produtos de consumo na América do Sul da Johnson & Johnson, tendo participado do comitê interno de desenvolvimento de produtos e inovação por 10 anos. Foi um dos primeiros especialistas em buscas de patentes do Brasil, com conhecimentos avançados de raciocínio lógico e algoritmos de busca.

Como especialista em propriedade industrial e expert em patentes, atuou desde 2008 em leading cases de alta complexidade, frequentemente convocado a atuar como consultor, parecerista, estrategista, professor, palestrante, perito e no desenvolvimento de planos estratégicos para proteção e defesa de ativos intangíveis.

Sua experiência e profundo expertise em tecnologia e direito o destacou como um dos profissionais mais respeitáveis no Brasil e estrangeiro, tendo sido reconhecido por inúmeras publicações internacionais como The World’s Leading Patent Practitioners, da IAM – Intellectual Asset Management, Leaders League, pela Client Choice Awards by Lexology em 2019, dentre outras. 

Autor de diversos artigos na área de propriedade industrial, sua maior paixão, sem dúvida, foi a área de Desenho Industrial, onde além de pesquisas e publicações, cursou pós-graduação em Design para Movelaria (SENAC-SP, 2009), cujo trabalho de conclusão de curso resultou em seu próprio Desenho Industrial protegido no Brasil DI 6904144-0. Também militou ativamente como coordenador ou membro no comitê de Desenho Industrial da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (ABPI) e da International Association for the Protection of Intellectual Property (AIPPI).

Além de tradutor público e intérprete comercial no estado de São Paulo, para as línguas inglês e francês, e agente da propriedade industrial concursado pelo INPI, foi membro atuante do Conselho Regional de Química – IV Região, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (ABPI), da Associação Brasileira de Agentes da Propriedade Industrial (ABAPI), da Associação Paulista de Propriedade Intelectual (ASPI) e da International Association for the Protection of Intellectual Property (AIPPI). 

Ao longo de sua carreira, ministrou centenas de palestras, assinou incontáveis pareceres na área de propriedade intelectual, coordenou equipes multidisplinares e treinou inúmeros profissionais hoje atuantes na área de propriedade industrial no Brasil e exterior.

Seu legado é a generosidade, sempre estava disposto a compartilhar conhecimento.